banner grupo acolhida copy GIP_copy  SABIA bannerSITE 01
SEF divulga relatório 2010 PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
Quarta, 27 Julho 2011 16:48

capa_rel_SEF2010

Brasileiros ainda são a grande maioria dos estrangeiros a residir em Portugal.



O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) apresentou nessa semana o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo (RIFA) 2010.

Segundo os dados divulgados no relatório, os cidadãos estrangeiros residentes em Portugal totalizaram 445.262 até 31/12/2010, número 1,97% inferior a 2009. As nacionalidades mais representativas são as mesmas de 2009: Brasil (119.363 cidadãos), Ucrânia (49.505), Cabo Verde (43.979), Romênia (36.830), Angola (23.494) e Guiné-Bissau (19.817).

Foi negada a entrada ao País de 2068 pessoas, provenientes do Brasil, Angola, Guiné-Bissau, Senegal e Venezuela, entre outros, o que representa uma redução de 19,34% em relação ao ano anterior.

Os processos contra empresas que contratam imigrantes ilegais aumentou em 12% em relação a 2009, de acordo com o relatório.

Controle de permanência

As atividades do SEF relacionadas ao controle de permanência dos estrangeiros aumentou 5,15% em relação a 2009, totalizando 9615 operações de fiscalização em 2010.


No mesmo ano foram registradas 7425 notificações para abandono voluntário (7,17% a mais do que no ano anterior) e 2729 processos administrativos de expulsão, 10,22% a mais do que em 2009. Contudo, 559 cidadãos estrangeiros beneficiaram do programa de apoio ao retorno voluntário, um aumento de 46,7%, sendo o Brasil o país mais representativo (452 pessoas).

O Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo é publicado pelo SEF anualmente e sua versão completa pode ser lida no http://sefstat.sef.pt/relatorios.aspx.